Como comprar coisas e usar o dinheiro dos outros

quinta-feira, 4 de maio de 2017
Hoje em dia todos os títulos parecem ser apenas clickbait, na verdade muitos deles são mas este não é um deles.
Resumindo, é mesmo possível ir às compras, talvez até todos os dias e comprar usando o dinheiro dos outros. Apenas falta dizer um pequeno pormenor, essas coisas não são para si.

Estou a falar sobre uma profissão que é desconhecida por muitos que é a de Personal Shopper.
Para quem não sabe o que é, essencialmente tem como função auxiliar o seu cliente na
compra de roupas e/ou acessórios para complementar o seu look e ajudá-la a transmitir aquilo
que você deseja.
Apesar de este ser um serviço na maioria para pessoas de classe mais alta, não é apenas.
Tanto que um dos pontos mais importantes para as pessoas que vão ter esta profissão é a
habilidade e conhecimento para gerir o orçamento do seu cliente da melhor forma, para que  ele compre as peças mais essenciais e o mais possível mantendo a qualidade.

Um exemplo:
Seria mais importante gastar x numa camisa ou x num cachecol? Você iria usar mais qual? A camisa ou o cachecol que pode complementar vários outros looks?
Acho que está entendendo um pouco o que quero dizer.
É desta forma que o profissional deve guiar as decisões do seu cliente fazendo assim com que ele fique satisfeito e recorra ao seu serviço mais uma vez.


Para ter esta atividade como profissão você deve:
  •  Formação ou experiência anterior na área de Moda;
  •  Estar sempre bem arrumada visto que isso vai ser um reflexo de si;
  •  Ser uma boa profissional, sabendo aconselhar o cliente da melhor forma;

Não é algo tão fácil de se fazer como parece até porque o maior obstáculo na maioria das vezes é ultrapassar aquela barreira de pensamento que a pessoa tem de: “Porque vou pagar a alguém para me ajudar a comprar roupa se eu sei do que gosto?”
As mais valias já foram expostas, mas você tem que as expor também ao cliente, mostrando o porquê de valer a pena, os benefícios e a satisfação que pode ter ao fazê-lo.
Nada proíbe de ir a lojas tipo C&A e ter de ir apenas aquelas boutiques de luxo, porque não é assim que vai funcionar. Os lugares onde vai levar os seus clientes dependem dessa pessoa.


Pode fazer a comparação com um cozinheiro e com você. Você pode até saber cozinhar bem, mas não acha que alguém que tem isso como profissão não vai saber fazer melhor, usar os melhores produtos, conseguir os melhores preços e demorar menos tempo a fazê-lo sendo mais eficiente?
É tal e qual, só que no ramo da moda e compras.
Normalmente este tipo de serviço é feito por pessoas independentes, mas existem também companhias organizadas que recrutam este tipo de profissional, por isso não perde nada por procurar vagas para Personal Shopper, se assim o desejar.
Já conhecia esta profissão? Ficou a perceber um pouco melhor o que era e o que fazem?

Este é um post colaborativo escrito pela Carolina Santos

4 comentários

  1. Oie
    Legal esta profissão, na verdade acho que eu precisava de uma Personal Shopper. Adorei as dicas.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu não conhecia essa profissão, mas achei bem legal a proposta dela. Não sei se contrataria um serviço desse, mas acho que muitas pessoas gostariam de ter um profissional dessa área. Adorei conhecer.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sem spam!
Deixe seu link para que eu possa retribuir a visita ♥

 
Desenvolvido por Michelly Melo.